Qui, 21 de Agosto de 2014
Home Infomações Fala "Colunista"
Fala "Colunista"
Primeiro ano de vida PDF Imprimir
Qua, 12 de Maio de 2010 19:50

Olá Mochileiros de todo o Brasil, e com muita alegria que hoje escrevo essa coluna, isso porque estamos completando um ano de "Brasil de Mochila.COM". 
 
Isso mesmo o site esta completando um ano na estrada ou um ano na Net (você é que escolhe). Vou aqui relatar uma breve historia para você ficar por dentro:  Em Setembro de 2003 surgiu a ideia de colocar no ar um site para  mochileiros, ainda sem domínio próprio o site estava hospedado no KIT.NET, apenas em Abril desde ano conseguimos colocar o site em um host próprio - em relação ao pessoal que começou com a ideia do site, muitos ficaram pelo caminho e desistiram, mais essa falta não foi tão sentida porque tivemos pessoas que ajudaram o site com os seus relatos de viagem, dicas e muitas informações para os internautas  - Agradeço então os Mochileiros: Thiago de Sa, Fabiano Silvino e a Daniel Marion, pelo apoio que eles deram ao Brasil de Mochila.COM. 
 
Confesso  que a um ano atras não imaginava que poderíamos completar um ano de vida, também não recebíamos visitas e o desanimo tomou conta de todos, também saibamos que sem investimento em publicidade o Brasil de Mochila.COM levaria um tempo para ficar conhecido, e é o que esta acontecendo, a cada mês estamos recebendo mais e mais visitas, aos poucos as pessoas vão nos conhecendo. 
 
Para o futuro: esperamos completar mais e mais aniversários e sempre com a o apoio de você mochileiro. A Coluna hoje não tem um grande texto porque o site ainda e jovem e pequeno - no mais fica mesmo a vontade de crescer e um parabéns para todos que visitam o Brasil de Mochila.COM 
  
Até o nosso próximo encontro.
Fui!!!! 

Autor : Marcelo Victor 
E-Mail : Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
 
Final do Adventure Fair PDF Imprimir
Qua, 12 de Maio de 2010 19:49

Uma feira mais profissional e que, a cada ano, se consolida como referência do mercado outdoor no Brasil. Esta impressão é compartilhada pela maioria dos 275 expositores que, desde a última sexta-feira, participaram da sexta edição da Adventure Sports Fair. Para estas empresas, a feira foi uma das melhores de sua história e muitas delas já manifestaram interesse em participar da feira de 2005, que acontecerá na última semana de agosto no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera, em São Paulo. Nos cinco dias de feira abertos ao público e no dia exclusivo para lojistas e empresários estiveram presentes 64.200 pessoas e foram gerados R$ 75 milhões em negócios, 15% mais que em 2003, número que superou a expectativa da Promotrade, organizadora do evento. 

“Planejamos uma feira voltada para o trade no primeiro dia, para atrair um público mais qualitativo, e acertamos em cheio nesta estratégia. Este dia será fixo a partir da sétima edição, no ano que vem”, declarou Sérgio Bernardi, diretor da Promotrade. “Estamos felizes pela boa aceitação dos expositores em relação ao evento. A Adventure Fair cresceu em faturamento e no nível de seus visitantes, muitos deles vindos de cerca de 10 países”.

E são vários os exemplos que comprovam o sucesso da Adventure Sports Fair. A Kailash, marca de roupas e acessórios, obteve um aumento nas vendas de cerca de 60% nos dois primeiros dias de 2004, comparados ao mesmo período do ano passado. “A feira foi excelente e recebemos, em nosso estande, lojistas da Argentina e do Chile”, lembrou o presidente da empresa, Roberto Eli. 

O diretor da Curtlo, Fernando Oliveira, acredita que em 2004 a qualidade do público prevaleceu ante a quantidade. “O dia do trade foi bastante positivo”, opinou. “Nossa previsão é fechar o ano com 25% de crescimento”, completou Oliveira.

A Adidas e a Salomon estiveram em estande único na Adventure Sports Fair e também têm motivos para comemorar. De acordo com o gerente da Adidas, Daniel Comerian, o resultado foi impressionante. “A feira foi boa não só para consolidar a imagem da marca como para estreitar contatos com lojistas”, disse. “A idéia é participar do evento nos próximos anos e ficar cada vez mais forte, também continuando com a parceria Salomon-Adidas”, disse Bruno Abilel, gerente da marca Salomon.

Como a Adidas, outros expositores do ramo de calçados também obtiveram ótimos resultados na feira. Um deles é a Tribo dos Pés. “Nossas vendas diretas diminuíram, mas os contatos que fechamos durante a feira foram bem maiores do que em outros anos. O evento está mudando de perfil, para uma feira de negócios e não de vendas diretas”, afirmou a gerente de marketing da Tribo dos Pés, Vanessa Martins.

Para esta edição da Adventure Sports Fair, a Timberland preparou uma ação inovadora: um test drive dos calçados da marca, com o objetivo de interagir com os visitantes. “Realizamos mais de 1.500 testes, o que nos proporcionou um excelente retorno dos lançamentos”, informou o gerente de varejo da marca, Gustavo Brandão. “Obtivemos um crescimento nas vendas de 20% em relação à edição passada”. 

No mercado de aventura desde junho, a Try On, fabricante gaúcha de calçados, decidiu participar da Adventure Sports Fair em função do novo posicionamento da empresa. “Já estávamos acompanhando este segmento e percebemos que ele cresce a cada ano no Brasil, por isso decidimos investir. Além do desenvolvimento de tênis especiais para os esportes de aventura, também patrocinamos atletas desta área”, explica Gabriel Klauck Moraes, gerente da marca. 

Off road

A Fiat, patrocinadora da Adventure Sports Fair desde 2001, montou uma pista exclusiva para a demonstração da sua nova linha Adventure e colocou os modelos Palio, Strada e Doblò com instrutores, que levavam os visitantes para dar uma volta e superar os obstáculos. “Mais uma vez atingimos nosso objetivo, que era mostrar o potencial dos carros. Neste ano mudamos a estratégia e juntamos o estande com as ações, o que foi muito positivo. As pessoas já vêm à feira procurando as novidades e trouxemos o Palio e a Strada reestilizados, o que chamou bastante a atenção. Fizemos mais de 1.500 testes na pista da Adventure Sports Fair”, diz Felipe Novaes, coordenador de publicidade e promoções da Fiat.

A outra pista de off road da Adventure Sports Fair foi uma parceria da GM, DPaschoal, Goodyear e Bardahl. Com mil metros quadrados, a pista oferecia diversas dificuldades para os condutores, como pedras, buracos, ponte de toras e desníveis no piso, entre outros. Esta foi a segunda vez que a GM participou da feira e já decidiu voltar em 2005. “Neste ano a feira estava menos tumultuada e as pessoas puderam visitar os estandes com mais tranqüilidade. Os empresários deixaram para vir na segunda-feira e foi bem interessante. Durante o evento realizamos, em média, 400 test-drives por dia”, contou Rogério Sasaki, gerente assistente das marcas S-10 e Blazer.

Quem também está feliz com o resultado é a Griffe Jeep Clube do Brasil, que participa desde a primeira edição do evento. “A feira foi um sucesso e para a Griffe este foi o melhor ano. Se compararmos com as vendas do ano passado, tivemos um crescimento de 50%. O setor de aventura está crescendo muito no Brasil, basta ver as montadoras, que lançam veículos off road e vendem bastante”, diz Gerson Rodrigues, diretor da Mesa Quatro Comunicações, empresa que detém os direitos da Griffe Jeep Clube do Brasil.

A Bardahl, líder do mercado brasileiro de aditivos automotivos e que está comemorando 50 anos de Brasil em 2004, mostrou-se bastante satisfeita com a Adventure Sports Fair. No estande da empresa, os visitantes puderam conhecer o Power Off-Road, aditivo para motores à gasolina e diesel pioneiro no Brasil, recém lançado, por meio de demonstrações feitas pela equipe de promoção da companhia. “A feira está a cada ano mais profissional e o segmento 4x4 mais representativo no evento, que é um dos mais importantes para nós graças a seu público altamente qualificado”, afirmou Nelson Schenini Moreira, diretor executivo da Bardahl.

Bicicletas

A Caloi, desta vez, decidiu investir na consolidação da marca, ao invés de se preocupar apenas com a apresentação da linha 2005. Além de mostrar toda a linha de bicicletas profissionais, montou o Caloi Arena Park, pista de mountain bike no Adventure Park, em que os visitantes tinham bicicletas da marca à disposição para testar nos obstáculos como pedras, ponte de madeira, subida, descida e curvas fechadas. O test drive atraiu uma média de 500 pessoas por dia, somando cerca de três mil participantes. 

“Esta foi a melhor experiência da Caloi na Adventure Sports Fair”, resumiu Eduardo Romão, gerente de marketing da Caloi. A empresa participa da feira desde sua primeira edição, em 1999. “Para a edição do próximo ano, acreditamos no fortalecimento do setor de bicicletas, com a presença de mais empresas”, destacou Romão.

Outra marca nacional, a Sundown Bikes, teve que antecipar os lançamentos para participar da feira. “Como somos uma indústria brasileira e não dependemos de produtos importados, aceleramos o desenvolvimento das bicicletas e conseguimos fabricá-las para o evento. Apresentamos 10 bicicletas profissionais e já podemos concorrer diretamente com as importadas. Queremos aumentar os negócios em 60% e o dia do trade superou nossas expectativas”, explica Caio Salerno, gerente de desenvolvimento de produto da Sundown. 

Números das atrações do público

Além das pistas de off road e de bike, que atraíram 4.000 e 1.500 pessoas, respectivamente, outras atrações para o público apresentaram números expressivos. O tanque de mergulho, patrocinado pela TAM Viagens e Água Crystal, teve cerca de 400 pessoas durante a Adventure Sports Fair. Já o de caiaque, que contou com apoio das duas empresas e da Brudden Náutica, recebeu aproximadamente 500 visitantes. A parede de escalada indoor, de nove metros de altura montada pela Casa de Pedra, foi usada por 800 pessoas e o circuito de técnicas verticais e horizontais, criado pela Alaya Expedições, por mil aventureiros.

FITS: sucesso absoluto

Sérgio Bernardi lembrou que a feira consolidou-se em 2004 como o palco das discussões do turismo de aventura no continente americano também graças ao sucesso do I Fórum Interamericano de Turismo Sustentável. “Esta iniciativa foi um marco no debate e implementação da certificação do turismo. Foi a primeira vez que as entidades, governamentais ou não, mais representativas e empresas de grande importância do setor se juntaram para discutir sobre temas ligados à sustentabilidade”, destacou. 

Bernardi quer viabilizar para a sétima edição da feira uma troca de experiências ainda maior sobre sustentabilidade entre os países da América Latina. “Com apoio do Ministério do Turismo, da Embratur, do Conselho Brasileiro de Turismo Sustentável e da Rede de Certificação de Turismo Sustentável das Américas, a meta é trazer as experiências em certificação de boa parte dos 25 países latino-americanos. Isso sem falar do plano que vamos estudar de mais destinos estrangeiros ocuparem o piso de ecoturismo da Adventure Sports Fair”.

Cerca de 700 pessoas acompanharam as discussões e trocas de experiências do FITS nos dias 6 e 7 de agosto, com conferencistas e entidades que já têm trabalhos de certificação em turismo sustentável. Representantes de 14 estados brasileiros e de sete países (Costa Rica, Equador, Guatemala, Peru, Argentina, Canadá e Estados Unidos) estiveram nas atividades do FITS. 

As discussões sobre sustentabilidade e certificação turística ganharam peso ainda maior com a presença dos ministros Walfrido dos Mares Guia, do Turismo, e Marina Silva, do Meio Ambiente. As duas autoridades assinaram na noite de segunda-feira, dia 9, um acordo de cooperação entre as pastas, para promover o turismo no Brasil. 

Adventure Fashion

Mais uma iniciativa coroada de êxito da Adventure Sports Fair foi o Adventure Fashion, desfile de moda outdoor que voltou a ser realizado em 2004 depois de um ano ausente. “Cerca de 5.200 pessoas compareceram às 13 apresentações e viram as novidades das seis marcas presentes neste ano (Try On, Caloi, Adidas, Wollner, Salomon, Timberland e Tribo dos Pés). Já estamos conversando com outras empresas, nacionais e internacionais, e acredito que este número possa dobrar em 2005”, completou Sérgio Bernardi. 

Adventure Congress

O Adventure Congress, conjunto de palestras que todos os anos acontece dentro da feira, reuniu nesta sexta edição diversos aventureiros que contaram um pouco de suas histórias para os visitantes. Ao contrário dos anos anteriores, a participação nas 30 palestras foi gratuita e cerca de 1.500 pessoas compareceram às apresentações nos cinco dias do evento. 

Cicloturismo, montanhismo, corrida de aventura, trekking, primeiros socorros e off road, além da apresentação de destinos no exterior, foram os principais temas abordados no Adventure Congress. O navegador Amyr Klink contou sua experiência na circunavegação polar e também falou como os aventureiros incentivam outras pessoas a buscar a realização de seus sonhos. A palestra de Klink bateu o recorde de público: cerca de 250 pessoas assistiram à apresentação.

A Adventure Fair 2004 foi organizada pela Promotrade e contou com o patrocínio da Fiat e apoio de Kuat, ESPN Brasil, revista Isto É, Nestea, Rádio Eldorado e TAM Viagens.
  
Até o nosso próximo encontro.
Fui!!!! 
  
Autor : Marcelo Victor 
E-Mail : Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
 
Adventure Fair PDF Imprimir
Qua, 12 de Maio de 2010 19:47

Junto com a Adventure Fair, feira de esportes e turismo de aventura que acontecerá entre os dias 7 e 11 de agosto na Bienal do Ibirapuera, acontece também o Adventure Congress, evento que reúne aventureiros das diversas modalidades e, neste ano, contará com a presença de alguns ícones brasileiros da aventura como Amyr Klink e Waldemar Niclevicz.

Diversos assuntos serão abordados nas 17 palestras agendadas como expedições, situações de risco na aventura, cicloturismo, orientação, caminhadas, montanhismo, aventuras nas regiões polares, ecoturismo, esporte solidário e corrida de aventura, além da apresentação dos destinos Peru, Patagônia e Antártida.

Neste ano, os interessados em participar do Adventure Congress não pagarão nada além do ingresso da feira (R$ 12). Basta fazer a inscrição pelo site www.adventurefair.com.br  e confirmar presença 15 minutos antes da apresentação.

Palestrantes - Entre os palestrantes estão o navegador Amyr Klink, que foi o primeiro a completar a travessia Atlântico Sul em um barco a remo (1984). Ele também fez uma viagem solitária à Antártica a bordo de um veleiro (1989), viajou mais uma vez sozinho para circunavegar o Continente Antártico em 79 dias (1999) e em 2003 fez a Circunavegação Polar, assunto de sua apresentação no Adventure Congress, no dia 7, a partir das 19 horas.

O alpinista Waldemar Niclevicz, outro conhecido aventureiro, também falará sobre a expedição Projeto Mundo Andino, que percorrerá 7,5 mil quilômetros pela Cordilheira dos Andes, até março de 2007. Com o apoio de vídeos e slides, Niclevicz falará para o público sobre o Fascinante Mundo Andino, natureza e habitantes da cordilheira, captados nas quatro expedições já realizadas para o local.

A expedição é feita a bordo de um caminhão 4x4 e tem como objetivo escalar mais de 100 de suas principais montanhas e, com a ajuda de uma equipe multidisciplinar, identificar problemas e buscar soluções para melhorar a qualidade de vida população e do meio ambiente andino. A palestra será realizada no dia 8, a partir das 19 horas.

Palestras sobre bike - Para os amantes do pedal, o Adventure Congress oferecerá duas palestras sobre cicloturismo. A primeira será no dia 8, às 16 horas, com Eliana Garcia, bióloga e educadora ambiental, que pedala há 15 anos, e Rodrigo Telles, guia de turismo ecológico, fotógrafo e montanhista, que viaja de bicicleta desde 1997. Fundadores do Clube de Cicloturismo do Brasil, entidade sem fins lucrativos, com objetivo de divulgar e difundir a prática da atividade no país, participam da Adventure Fair desde 2000 e nesta sexta edição contarão sobre suas pedaladas pelo Brasil e pelo mundo.

“Qualquer pessoa de qualquer faixa etária pode viajar de bicicleta, desde que faça a escolha do equipamento adequado, uma correta preparação técnica e física e, acima de tudo, um planejamento bem executado. O cicloturismo vem se difundindo bastante no Brasil nos últimos anos, uma vez que existem no país roteiros fantásticos a serem explorados por quem quer começar a se aventurar de bicicleta”, diz Eliana Garcia.

Dicas sobre cicloturismo também serão dadas por Paulo de Tarso, presidente do Sampa Biker’s, grupo inicialmente formado por amigos que decidiram se encontrar uma vez por mês para pedalar próximo à capital paulista. Hoje, o Sampa Biker’s organiza passeios de 50 km na cidade de São Paulo, além de viagens e competições. No dia 10, às 19 horas, Paulinho falará sobre o planejamento de viagens de bicicleta, como chegar ao destino, como transportar a bike em avião, trem, ônibus ou carro, o que levar, onde ficar, além dos melhores roteiros no Brasil e no exterior.

Montanhismo - O montanhismo também será tema de duas apresentações no Adventure Congress. No dia 8, às 20h30, Rodrigo Raineri, instrutor de escalada em rocha e gelo, escala há 15 anos e é sócio-diretor da Grade VI Companhia de Aventuras, junto com o também montanhista Vítor Negrete, falará sobre como aventurar-se com segurança em caminhadas, escaladas e expedições para altas montanhas. Para noções básicas de preparação para a prática do montanhismo, o visitante poderá conferir a palestra de Armando Camoleze, no dia 10, às 17h30.

“Como lidar com situações de risco nas atividades de aventura” será o tema da palestra do doutor Marcelo Demarzo, médico especialista em medicina de família e comunidade e instrutor fundador do Núcleo de Primeiros Socorros da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP/USP), no dia 7, a partir das 20h30. Demarzo falará sobre a segurança nas atividades de aventura, uma vez que o risco é inerente aos esportes e ao turismo, e dará dicas e recomendações de prevenção de acidentes e agravos nas atividades, além de como agir em situações de emergência.

Orientação - No dia 8, às 17h30, José Otávio, fundador da Confederação Brasileira de Orientação, apresentará as regras básicas e a estrutura do esporte orientação. Já no dia 9, às 14h30, Ana Paula Brasil, editora da revista Adventure, falará sobre o potencial ecoturístico do Brasil, além de destacar a importância e responsabilidade dos meios de comunicação e os diferentes aspectos da cobertura jornalística de provas de aventura e expedições. No dia 09, às 20h30, Milton Dines falará sobre ecoturismo e aventura de mínimo impacto.

A solidariedade no esporte será o tema abordado por Tânia Mara Carvalho, criadora do projeto “Idéia fixa por um sertão sem fome”, que tem como objetivo levar alimentos, roupas e água para populações do sertão brasileiro. Tânia falará no dia 10, às 17h30, sobre suas experiências durante as viagens já realizadas para a entrega dos produtos arrecadados.

No último dia da feira, o visitante poderá conhecer um pouco mais sobre corridas de aventura, em palestra ministrada por Said Aich, organizador do Ecomotion, atualmente a maior corrida de aventura brasileira.
  
Até o nosso próximo encontro.
 
Fui!!!! 

Autor : Marcelo Victor 
E-Mail : Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  
 
Cicloturismo PDF Imprimir
Qua, 12 de Maio de 2010 19:45

Fiquei por muito tempo pensando no que escreve esse mês na coluna e resolvi falar um pouco sobre o "Cicloturismo" - uma pequena ajuda para quem quer começar a pedalar. 
  
Começo:
  
Tal como em todos os tipos de atividade, esta, deverá ser pouco intensa de início para ir aumentando gradual e lentamente. Os grupos musculares não poderão fornecer o trabalho exigido se não estiveram para isso suficientemente preparados. O cicloturismo exige uma adaptação das funções respiratória e cardiovascular, sem as quais se corre o risco de se tornar prejudicial. Não se esqueça de fazer um ligeiro aquecimento antes de iniciar o seu passeio. Faça sempre amplos movimentos respiratórios utilizando, para isso, os músculos abdominais. Transporte consigo um recipiente com água.
 
Seja qual for o objetivo que o leve à prática do cicloturismo é indispensável respeitar a sua progressão, quer em distância quer em intensidade. Desta forma, é importante uma prática e progressiva e isto porque, seja qual for a modalidade esportiva, é impossível atingir grandes objetivos se não se possuir uma boa condição física. 

Segurança:
  
Sobre duas rodas, há duas vezes mais razão para estar atento…É fundamental o respeito pelas regras de trânsito e, para além disso, uma vigilância permanente sobre os perigos da circulação. Na estrada tome cuidados com:
 
1º  Viajando com outro ciclista nunca ande do lado dele na estrada, prefira sempre andar em fila.
2º Nunca se deixe "rebocar" ou seja nunca pegue carona segurado em caminhões ou outras coisas.
3º Fique muito atento a deslocação de ar provocada por ultrapassagens de veículos pesados
4º Ver e ser bem visto
5º Vestir roupas claras e usar marcas fluorescentes para quando andar de noite ou com má visibilidade.
 
Sua Bicicleta:
 
A bicicleta vai ser a sua maior amiga na estrada, então cuide mais dela do que de você na viagem, leve equipamentos necessários para fazer reparos ao longo da viagem. Um parte ideal é o quadro, A rigidez de um quadro deve ser a sua primeira preocupação. A mini-bicicleta (vulgarmente conhecida por bicicleta articulada) deveria ser rejeitada, sempre que possível, pois não proporciona muita segurança e o seu próprio rendimento deixa muito a desejar. 
 
Até o nosso próximo encontro.
 
Fui!!!! 

Autor : Marcelo Victor 
E-Mail : Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
 
«InícioAnterior12345678910PróximoFim»

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

Your are currently browsing this site with Internet Explorer 6 (IE6).

Your current web browser must be updated to version 7 of Internet Explorer (IE7) to take advantage of all of template's capabilities.

Why should I upgrade to Internet Explorer 7? Microsoft has redesigned Internet Explorer from the ground up, with better security, new capabilities, and a whole new interface. Many changes resulted from the feedback of millions of users who tested prerelease versions of the new browser. The most compelling reason to upgrade is the improved security. The Internet of today is not the Internet of five years ago. There are dangers that simply didn't exist back in 2001, when Internet Explorer 6 was released to the world. Internet Explorer 7 makes surfing the web fundamentally safer by offering greater protection against viruses, spyware, and other online risks.

Get free downloads for Internet Explorer 7, including recommended updates as they become available. To download Internet Explorer 7 in the language of your choice, please visit the Internet Explorer 7 worldwide page.