Menu
RSS

Que Mochila devo comprar?

A maior dúvida dos mochileiros é na hora de comprar a primeira mochila A maior dúvida dos mochileiros é na hora de comprar a primeira mochila

As mochilas evoluíram tanto nos últimos anos e existem tantos modelos à nossa disposição, que compilamos estas Dicas de Uso para facilitar o seu trabalho, na hora de escolher a que melhor lhe servirá. A escolha da mochila certa exige atenção.

A mochila ideal é aquela que mais se adequa às suas atividades e à sua estrutura física. Conhecer bem as regulagens e saber arrumá-las da melhor forma são detalhes que aumentam a harmonia de seu relacionamento com o equipamento e lhe permitem desfrutar melhor as facilidades que ele lhe oferece. A variedade de modelos, cores, tamanhos e preços podem confundir.


O que devo me atentar na hora da escolha de uma mochila?

Mochilas de Uso Misto (entre 40 e 60 litros):

- Se você for fazer caminhadas mais longas, procure as maiores. Para caminhadas curtas, as menores já servirão. Mas lembre-se que, se ela estiver pesada demais, sua capacidade de distribuição do peso deve ser compatível, ou seja, não adianta querer colocar uma mochila sem barrigueira cheia de todo o material de camping necessário para uma noite ao ar livre. Quem vai sofrer é você!
- Procure mochilas que se ajustem ao seu corpo. Isto quer dizer barrigueiras que fechem na sua cintura e tenham fita suficiente para apertar ainda mais (sem ficar largo! Afinal, é aí que você carregará boa parte do peso). E alças que sejam ajustáveis ou, então, acompanhem a sua distância entre o ombro e o meio dos quadris, onde deverá estar sua barrigueira.
- Mochilas com armações internas são mais confortáveis do que as suas irmãs com armações externas.
- Alças e barrigueira acolchoadas já começam a ser quase fundamentais.
- Bolsinhos, capa de chuva embutida e fitas para você comprimir e guardar material é sempre útil.
- Muitas oferecem saída para mangueira de hidratação e local especial para o cantil flexível. São cada vez mais usados e sempre muito eficientes, já que você não precisa parar de se exercitar para se hidratar.

Mochilas Cargueiras (entre 60 e 90 litros):

- Mais do que a quantidade de equipamento que você pretende carregar, você precisa saber o que agüenta carregar! Lembre-se que uma pessoa acostumada a trilhas e que esteja bem preparada fisicamente deverá carregar, no máximo, 1/3 de seu peso. Pouco preparo? Diminua para ¼. Sem preparo ou nenhuma experiência? 1/5 e não se fala mais nisso!
- Mesmo assim, algumas coisas precisam entrar na mochila, se você pretende passar uma noite ao ar livre, ou várias. Barraca, saco de dormir, roupas, comida, fogareiro, panelas etc.
- Procure mochilas que sejam do seu tamanho ou que tenham regulagens nas costas, para adequar a distância entre os ombros e os quadris.
- Alças, barrigueira e costas acolchoadas são fundamentais. Você carregará muito peso por longas horas e precisa usar algo confortável.
- Bolsinhos, capa de chuva embutida e fitas para você comprimir e guardar material do lado de fora é muito importante.
- Muitas oferecem saída para mangueira de hidratação e local especial para o cantil flexível. São cada vez mais usados e sempre muito eficientes, já que você não precisa parar de se exercitar para se hidratar.

Mochilas de Hidratação:

- Vai pedalar? Nem pense duas vezes! Esta é a mochila ideal para um dia em cima da bike.
- Elas sempre possuem espaço para algumas coisas fundamentais, como lanterna, anorak, documentos, celular, um lanche etc.
- Estas mochilas também funcionam muito bem para dias curtos nas montanhas. São leves e funcionais, mas não deixe de levar os itens citados acima!

Antes de optar por algum modelo, preste atenção aos seguintes itens:

Tamanho: O tamanho de uma mochila é determinado pela sua capacidade em litros. Isso sempre soa muito abstrato para quem está pouco familiarizado com o assunto e pode não significar absolutamente nada para quem está comprando sua primeira mochila. As pequenas em geral têm capacidade para 25 a 40 litros. A capacidade das médias varia de 45 a 60 e as grandes, também chamadas de cargueiras podem carregar de 60 a 90 litros. Pense primeiro em que atividade você vai estar realizando com a mochila. Existem mochilas especiais para bike, montanhismo ou caminhadas. Se você precisa de uma mochila polivalente, é melhor optar por uma média com bons recursos de regulagem. É preciso manter a carga bem firme mesmo quando a mochila não estiver totalmente cheia. Também é bom ter opções para atar isolantes e outros acessórios à estrutura externa da mochila. Tenha sempre em mente que encher demais uma mochila pode comprometer sua durabilidade.

Ergonomia: Este conceito refere-se à ajustabilidade dos objetos à anatomia humana. No caso da mochila ele é fundamental. Proporcionar transporte de carga em harmonia com a constituição física humana é a principal função da mochila. Na hora de escolher a sua, preste muita atenção em como ela se ajusta às costas e aos quadris. As mulheres devem verificar se a curvatura das alças não está incomodando na altura dos seios. Depois de algumas horas de caminhada, alças inadequadas podem machucá-los.

Volume externo: Bolsos laterais e traseiros são interessantes para separar a bagagem e manter determinados itens sempre à mão. Entretanto, bolsos externos podem se enroscar facilmente quando se caminha em mata fechada ou atrapalhar a locomoção em lugares muito movimentados como rodoviárias e aeroportos. O ideal é que a mochila seja mais estreita que seus ombros, mais baixa que sua cabeça e tenha perfil achatado sem bolso traseiro. Os modelos com bolsos destacáveis, que podem ser usados como pequenas mochilas de ataque são muito interessantes.

Regulagem dorsal: Normalmente é a única regulagem fixa da mochila, ou seja, você regula apenas uma vez de acordo com o tamanho do seu tronco. Faça essa regulagem de maneira muito atenta e de preferência com o auxílio de alguém. Se for mal feita, esta regulagem poderá sobrecarregar os ombros.

Fitas de compressão lateral: Este tipo de regulagem se torna especialmente importante para mochilas com meia carga, pois permite compactar a carga mais perto das costas. O ideal é deixar a mochila achatada e rígida. O sistema mais comum é o de duas ou três fitas horizontais em ambas as laterais da mochila. A regulagem é feita com fivelas de nylon do tipo "só puxar". É bom que se tenha pelo menos quinze centímetros de fita sobrando para prender apetrechos (o isolante, por exemplo). Neste caso fivelas tipo macho-fêmea" facilitam ainda mais a operação.

Barrigueira: Este é o acessório mais importante da mochila, média ou grande. Fuja das mochilas com regulagem fixa, ou seja, aquelas que além da fivela principal da barrigueira tem uma outra que fixa a regulagem. No mínimo um dos lados deve ter regulagem livre: ajustável sem que seja preciso desconectar a fivela principal. Certifique-se também se a regulagem mínima da barrigueira vai se ajustar adequadamente quando você estiver magrinho ou caminhando sem camisa.

Alças principais: Assim como na barrigueira, as alças devem ser estruturadas (semi-rígidas) para melhor eficiência e durabilidade. As alças"acolchoadas" ou "fofinhas" acabam se deformando e tendo a superfície de contato diminuída. A regulagem das alças pode ser de cima para baixo, quando as fivelas são fixas nas extremidades das alças, ou debaixo para cima quando as fivelas são fixas na base da mochila.

Como distribuir o peso na mochila?

O bom equilíbrio da mochila nas costas é fundamental para o conforto e desempenho do usuário. A distribuição dos equipamentos na mochila muda de acordo com a atividade a ser praticada: Caminhadas leves ( terrenos suaves e descampados): coloque o material pesado o mais alto possível e perto das costas., de forma a manter o centro de gravidade da carga na altura dos ombros. Caminhadas médias (terrenos acidentados e trilhas em mata ) e escaladas: em situações que exigem passos altos, pulos, agachamentos e balanços laterais, o centro de gravidade deve ser baixado para a altura do meio das costas e próximo à mesma. Uma mochila grande, com centro de gravidade alto, pode derrubar seu dono durante um agachamento. A colocação do material mais pesado no lugar certo também facilita a operação de colocar e tirar a mochila sem ajuda. Caminhadas difíceis (terreno muito acidentado e mata fechada) e grandes cargas: em expedições pela mata atlântica ou aproximações de grandes montanhas, pode-se colocar o equipamento pesado no fundo da mochila, o que permite maior liberdade de movimentos e,consequentemente, menor desgaste físico durante a jornada.

Algumas marcas:

Confira a baixo algumas marcas de mochilas e seus respectivos sites. Não iremos dar avaliações ou notas pelas marcas. todas são muito boas, entre nos sites e leia mais a respeito de cada fabricante.

Kailash - Site em Português, Espanhol e Inglês - o site mostra os seus produtos como: sacos de dormir, roupas, acessórios - além da tecnologia utilizada para a fabricação das mochilas.
POC - Site em Português - a Poc esta a mais de 20 anos no mercado sempre afim de "tornar a vida de aventureiros e esportistas mais tranqüila e segura"
Trilhas & Rumos - Site em Português - É uma grande loja virtual da Trilhas & Rumos, onde você poderá comprar todos os produtos da loja on-line
Conquista Montanhismo - Site em Português - No site podemos ter informações sobre a empresa, produtos e revendedores.
Curtlo - Site em Português - No site informações sobre a marca e todos os seus produtos e sobre a empresa.
Deuter - Site em Português - No site todos os produtos da Deuter, e também informações de onde comprar as mochilas.

Mochila nas costas:

Agora que você tem alguma informação sobre qual mochila comprar, não perca mais tempo e comece a sua vida de mochileiro - não ha coisa melhor na vida do que você se sentir livre. Nunca se esqueça "Da Natureza nada se tira a não ser fotos, nada se leva a não ser lembranças" . Uma boa viagem e não se esqueça que agora você também é um Mochileiro.


Fonte: Parte do texto tirado do site Wik i2 Buy 

1 Comentário

  • Marcos Barbosa
    Marcos Barbosa Quinta, 29 Agosto 2013 18:58 Link do comentário

    Muito boa as dicas, muito obrigado pelas informações sobre as mochilas

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo